segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Fita adesiva - White Stripe

No embalo da exposição de Vik Muniz, em BH, à turma de Expressão Gráfica IV [UEMG 2009/2] foi proposta a convecção de uma capa de CD. Para tanto, dever-se-ia utilizar a mesma lógica de construção imagética do artista.

Vik Muniz revisita o Narciso de Caravaggio

Che de feijão

Da série Cárceres

Após escolhido o artista que ganharia uma capa para seu novo álbum, no caso, a banda White Stripes, iniciou-se a busca por materiais que pudessem ser explorados. O grupo, Lorena Galery, Filipe da Matta, Marcelo Andrade e eu, optou por ressaltar as listras e cores características da banda. Dessa forma, escolhemos uma imagem a ser construída e utilizamos fita adesiva colorida.

A fita foi ganhando forma à medida que foi sendo sobreposta. Conseguimos, com a fita vermelha, criar sobretons, já que ela não era tão opaca quanto à preta. Além disso, a contínua sobreposição e não uniformidade dada à fita fez com que obtivéssemos um pouco de tridimensionalidade.

Infelizmente, não fotografei o processo. Com um projetor, a foto dos dois integrantes da banda foi sendo recriada em um papel A1 colado na parede. É um processo bem divertido que não nos tomou tanto tempo quanto imaginávamos.

Foto do resultado parcial


Proposta de Capa do CD


Existem muitos outros artistas e designers que vão além dos vetores ou papel e caneta. Navegando por ai, aposto que você já viu algum coisa desses dois aqui.

O primeiro é um artista ucraniano. Mark Khaisman, que trabalha justamente com a fita adesiva, mas sua técnica é um pouco diferente. Ele recria cenas de seus filmes favoritos sobrepondo fita adesiva sobre um papel iluminado. Com isso ele cria seus efeitos de luz e sombra, que é o que a gente realmente vê (nada de linhas, contrariando meu querido Van Gogh)





E por último,
Erika Iris Simmons, ou iri5. Segundo a própria artista, ela trabalha com mídias não-tradicionais, em sua maioria, materiais que foram descartados ou doados por outras pessoas.

Ghost in the Machine: Jimi Hendrix

Ghost in the Machine- Bob Marley


Lead the Way - Cassette on canvas, 2009


Beat Boxers

Ela posta seus trabalhos no flickr [http://www.flickr.com/photos/iri5/] com alguma periodicidade e sempre com ideias novas, vale a pena acompanhar.


quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Laranja Mecânica

Laranja Mecânica (A Clockwork Orange), se é que alguém ainda não sabe, é um filme de 1971, dirigido por Stanley Kubrick, adaptação do romance homônimo de 1962 do escritor inglês Anthony Burgess.
Pesquisei alguns posters, oficiais ou não, da obra (filme, livro ou peça) para contrapor com a proposta realizada.

O mais conhecido de todos, e acredito, o oficial, que só é alterado o lettering.

Cartaz francês


Capa DVD edição especial (EUA)

por sundaymorninq.

por Walter E. Soza

de Graphic Nothing

demarcos minini

de keepsmesane

de Joel Evey

de Leszek Zebrowski

Na disciplina Expressão Gráfica IV, na UEMG, 2009; foi pedido que com papel fizéssemos um cartaz para algum filme. O grupo, Lorena Galery, Filipe da Matta e eu, escolheu Laranja Mecânica. A proposta foi feita de imediato, sem pesquisa prévia.
O resultado parcial, feito em sala, foi esse:

Após digitalizá-lo, adicionou-se o lettering.

Pronto!